Cozinha portuguesa



Num país de brandos costumes, onde se diz tudo e mais alguma coisa, onde tudo serve para ser investigado jornalisticamente....foda-se...é Portugal e estamos conversados. O "nojo" que isto provoca, a tentativa de homicídio por audio-visuais, os black-outs, os lutos pelo futebol, as simulações de faltas e agressões, os apitos de várias cores...tudo normal. Um árbitro é castigado depois do relatório dizer que o mesmo prejudicou o Benfica no lance da mão do Miguel Vítor, um jogador do Benfica produz declarações nesse sentido e é isto que se vê? E daqui para a frente? Os sumaríssimos são notoriamente vermelhos, será que isto também vai ser? Lembram-se do Rui Águas em Faro? ahahahah...E assim vai isto por cá. As faixas já andam por aí? Proponho algo ao sr.Rui Costa; faz um black-out, mas numa nova moda. Diz para os adeptos não comparecerem aos jogos fora. Só isso chega! E gasta dinheiro em detectives...Milhões e milhões. Abraço!

E no Dragão? Como vai ser? ohohoh...

2 comentários:

The Champ™ disse...

O discurso de Pedro henriques, parece-me, efectivamente, coerente. Calculo que já tenham visto jogos ao vivo, certo ? Quantas vezes ficaram com a vontade de ver a repetição de determindao lance ? Não podem porque estão num estádio... Imaginem os árbitros !!! Atenção, com isto não estou a defender a arbitragem - que é má em Portugal -, mas que não é fácil, não é...

Jorge Animal disse...

Aqui o Je já andou nessas lides...Mas a questão não é essa; um coisa é ver e julgar mal, outra é não ver e tomar uma decisão prejudicial (como o Duarte Gomes na Luz do penalty "sobre" o Jardel) ou ver e julgar para prejudicar intencionalmente (P.Hernriques) vindo depois com justificações que não são mais do que poeira para os olhos já de si ensanguentados pela ira clubística!!!